Diorama Medieval colaborativo

Para os entusiastas das batalhas épicas da história universal!
Avatar do Utilizador
gads
Administrator
Administrator
Mensagens: 5953
Registado: 11 set 2006, 23:58
Localização: Oeiras

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por gads » 04 nov 2015, 10:24

[quote="CyberX"]
Estou a gostar bastante.
Preciso... resistir... à... tentação...de...fazer...uma...encomenda...no...Bricklink...
[/quote]

Espera só mais um pouco até definirmos as linhas concretas das muralhas e terreno  :whistle:
Guilherme Santos
www.historybricks.com

Avatar do Utilizador
gads
Administrator
Administrator
Mensagens: 5953
Registado: 11 set 2006, 23:58
Localização: Oeiras

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por gads » 05 nov 2015, 00:38

Mais um update.

Neste update, fiz uns módulos de estrada e cantos da transição de areia para terreno verde e também inclui uns módulos de ribeira.
Fiz também um precipício rápido com a altura de 8 bricks para testar a altura sugerida.
Confesso que também gostei de haver variação de alturas mesmo com o desnível entre as muralhas :)

Este fim-de-semana vou testar várias alturas com as placas de esferovite que tenho em casa dos meus pais.
É que entretanto lembrei-me que os 8cm tem 8bricks e uma plate de altura, mas se usarmos baseplate fica 1mm mais baixo... Em principio não se nota, mas gostava de testar :)
Guilherme Santos
www.historybricks.com

Avatar do Utilizador
agadoijo
Sócio
Sócio
Mensagens: 1142
Registado: 06 mai 2013, 14:06
Localização: Oeiras

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por agadoijo » 05 nov 2015, 01:13

Está com muito bom aspecto!
Colocaste aqui uma questão que já ando para te perguntar a algum tempo mas tem-me passado... estes módulos são para ficar assentes em cima do quê? Baseplates? Placas de esferovite? É que os módulos de estrada que apresentaste usam plates de 16x16... ora se for para fazer isto no cenário todo é capaz de ficar carote!
Inicialmente tinha pensado em tentar fazer uns modulos de 32x32 estilo Carcassone, mas depois apercebi-me que aquilo funciona bem porque os pontos de ligação das muralhas são os cantos das peças, ficando as muralhas sempre na diagonal coisa que não é do mais simples em LEGO. Desisti da ideia e actualmente ando a fazer testes com módulos de 8x16 (apesar de achar que não é a melhor solução para a fácil montagem e desmontagem do diorama).
A imagem em anexo foi feita com 2 módulos de muralha e 3 de elevação de terreno, tentei recriar o que tinhas do lado direito e do lado esquerdo já foi só para a parvoíce!
No que apresento a ideia era a parte elevada ficar directamente sobre o esferovite.

Avatar do Utilizador
gads
Administrator
Administrator
Mensagens: 5953
Registado: 11 set 2006, 23:58
Localização: Oeiras

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por gads » 05 nov 2015, 10:13

Está com muito bom ar :)
Acho que estamos realmente a chegar a algum lado!

Em relação aos tamanhos, estava a pensar usar a base 16x16 como unidade mas na verdade contava que o pessoal trabalhasse em cima de baseplates e levasse módulos potencialmente maiores em que no diorama fosse "só" juntar.

Realmente a questão da baseplate na altura em que falámos sobre os declives passou-me um pouco ao lado mas já tenho vindo a pensar nela.
Daí que este fim-de-semana esteja a planear fazer alguns testes com as placas de esferovite que estão em casa dos meus pais.

PS: Que renderer é que usaste? A imagem ficou muito porreira  :fixe:
Guilherme Santos
www.historybricks.com

Avatar do Utilizador
agadoijo
Sócio
Sócio
Mensagens: 1142
Registado: 06 mai 2013, 14:06
Localização: Oeiras

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por agadoijo » 05 nov 2015, 10:48

[quote="gads"]
Em relação aos tamanhos, estava a pensar usar a base 16x16 como unidade mas na verdade contava que o pessoal trabalhasse em cima de baseplates e levasse módulos potencialmente maiores em que no diorama fosse "só" juntar.
[/quote]

Acho que este é o "grande" problema. Se acabas por fazer os módulos em cima de uma baseplate 32x32 então não faz sentido estar a "obrigar" o pessoal a gastar plates para fazer os módulos. Outra coisa se levares módulos maiores os pontos de ligação têm que estar bem definidos, senão depois as coisas não encaixam, por exemplo eu decido colocar a muralha na frente da baseplate, tu decides colar na parte de trás, se não for visto a tempo vamos ter que estar a improvisar módulos de ligação.

[quote="gads"]
Realmente a questão da baseplate na altura em que falámos sobre os declives passou-me um pouco ao lado mas já tenho vindo a pensar nela.
Daí que este fim-de-semana esteja a planear fazer alguns testes com as placas de esferovite que estão em casa dos meus pais.
[/quote]

Penso que não será problema, se o módulo de baixo estiver em cima de uma baseplate e o de cima também, uma compensa a outra e a altura vai ficar correcta.

[quote="gads"]
PS: Que renderer é que usaste? A imagem ficou muito porreira  :fixe:
[/quote]

Usei o Bluerender, é muito simples de usar e bastante rápido, ainda tenho que dar uma vista de olhos pelas configurações que aquilo parece-me ter um stress com a reflexão (os bricks espelham demasiado o ambiente).
O mesmo senhor que criou este software também criou o Blueprint que serve para fazer instruções também muito fixe.

Avatar do Utilizador
CyberX
Sócio
Sócio
Mensagens: 3788
Registado: 10 mar 2014, 20:09
Localização: Mira Sintra
Contacto:

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por CyberX » 05 nov 2015, 10:56

Acho que o "em cima de quê" não deveria ser importante, apenas o "onde é que encaixa". Como nos edificios modulares, que encaixam (acho eu, não tenho nenhum) sempre nos mesmo sítios embora neste caso se assumam sempre todos assentes ao mesmo nível.

Para mim, que gosto de passar coisas por baixo (e para quem queira fazer rios e lagos, por exemplo) a altura por baixo é importante mas não a substância. Por isso se decidirmos, por exemplo, que para todo o conjunto o nível do "chão" fica 8 cm acima da mesa ou bancada de apoio, uns poderão usar 2 placas de esferovite de 4 cm por baixo dos seus módulos e outros poderão usar bricks ou BURPs, desde que no final tudo se encaixe.

Eu gosto da ideia de plates 16x16. Mas se outros usarem baseplates não vejo muita diferença no alinhamento.
«De génio, criança e louco... porquê só 1 pouco?»
Jorge Pereira - sócio 159
http://ofalcao.pt/
https://www.youtube.com/JorgePereira
http://www.brickshelf.com/cgi-bin/galle ... rgepereira

Avatar do Utilizador
gads
Administrator
Administrator
Mensagens: 5953
Registado: 11 set 2006, 23:58
Localização: Oeiras

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por gads » 05 nov 2015, 13:23

[quote="agadoijo"]
[quote="gads"]
Em relação aos tamanhos, estava a pensar usar a base 16x16 como unidade mas na verdade contava que o pessoal trabalhasse em cima de baseplates e levasse módulos potencialmente maiores em que no diorama fosse "só" juntar.
[/quote]

Acho que este é o "grande" problema. Se acabas por fazer os módulos em cima de uma baseplate 32x32 então não faz sentido estar a "obrigar" o pessoal a gastar plates para fazer os módulos. Outra coisa se levares módulos maiores os pontos de ligação têm que estar bem definidos, senão depois as coisas não encaixam, por exemplo eu decido colocar a muralha na frente da baseplate, tu decides colar na parte de trás, se não for visto a tempo vamos ter que estar a improvisar módulos de ligação.

[/quote]

A minha ideia de colocar a unidade nas 16x16 é que permite módulos pequenos mas se alguém estiver a planear um portão ou uma casa ou seja lá o que for, certamente vai usar mais do que uma unidade 16x16. Por exemplo, a minha estalagem tem 32x48 e o portão que estava a pensar fazer tem 16x48.

O "grande" problema portanto já existia de qualquer das formas, ou seja, já contava com módulos múltiplos de 16x16 e de se ter de definir mais ou menos o layout à priori para a coisa funcionar :)
Um pouco como no MPL, para teres a pista completa convém o pessoal ir definindo mais ou menos o que se constrói à priori.

Quando falava em baseplate estava na verdade implicitamente a descartar a plate. Sorry pela confusão :(

[quote="agadoijo"]
[quote="gads"]
PS: Que renderer é que usaste? A imagem ficou muito porreira  :fixe:
[/quote]
Usei o Bluerender, é muito simples de usar e bastante rápido, ainda tenho que dar uma vista de olhos pelas configurações que aquilo parece-me ter um stress com a reflexão (os bricks espelham demasiado o ambiente).
O mesmo senhor que criou este software também criou o Blueprint que serve para fazer instruções também muito fixe.
[/quote]

Thanks pela referência mas infelizmente é só para ficheiros provenientes do LDD e eu estou a usar ficheiros Ldraw :(
É que eu mexo-me muito mais rapidamente no BrickSmith do que no LDD que não tem submodelos e demoro muito mais tempo a encontrar as peças.
Guilherme Santos
www.historybricks.com

Avatar do Utilizador
PocasNuckie
Sócio
Sócio
Mensagens: 7756
Registado: 10 mar 2007, 19:12
Localização: Miranda do Corvo
Contacto:

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por PocasNuckie » 05 nov 2015, 13:26

Fixe fixe era providenciarem a listinha das peças pronta a comprar  :whistle:
Imagem

Avatar do Utilizador
gads
Administrator
Administrator
Mensagens: 5953
Registado: 11 set 2006, 23:58
Localização: Oeiras

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por gads » 05 nov 2015, 13:28

[quote="PocasNuckie"]
Fixe fixe era providenciarem a listinha das peças pronta a comprar  :whistle:
[/quote]

Está no plano providenciar os blueprints ;)
Deixa terminar aqui a fase de protótipos que já ando a preparar algo mais detalhado para facilitar as construções.

Temos também de escolher o tipo de muralha. Confesso que gostei deste último arranjo do [member=6727]agadoijo[/member] :)

Ao ver a thread sobre a ferramenta de render no eurobricks encontrei também uma boa imagem de referência que se enquadra aqui que nem ginja :)
Imagem
Guilherme Santos
www.historybricks.com

Avatar do Utilizador
AGarcia
Administrator
Administrator
Mensagens: 4702
Registado: 03 mai 2009, 22:47
Localização: Peniche
Contacto:

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por AGarcia » 05 nov 2015, 13:58

Estou a gostar dos progressos!
:clapping: :clapping: :clapping:
:plug:  :plug:  :plug:

Avatar do Utilizador
AlexandreRibeiro
Administrator
Administrator
Mensagens: 2222
Registado: 01 mar 2009, 23:29
Localização: Braga
Contacto:

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por AlexandreRibeiro » 05 nov 2015, 18:41

Boas,

O que começou por ser uma coisa extremamente simples, está a complicar-se. Não é que não esteja a gostar dos resultados das vossas sugestões, mas acho que se está a perder a essência do projecto que era, julgo eu, possibilitar que toda a gente participasse. COmeçamos com um modelo muito simples, com pouca variedade de peças que, na minha perspectiva, era o ideal.
Aumentar a complexidade, aumentando a variedade das peças utilizadas e tornando cada vez mais complexa a matriz dá azo a que o leque de pessoas com disponibilidade de peças (ou que estejam na disposição de as comprar, se reduza substancialmente. Depois de tanta ideias, acho que está na hora de simplificar o processo e ver se se obtém uma matriz mais simples e consensual, mas isso não quer dizer que qualquer um possa caprichar e mudar um ou outro aspecto, desde que o aspecto final, com todos os módulos resulte harmonioso e efectivamente encaixe...
Que vos parece esta sugestão?

Avatar do Utilizador
gads
Administrator
Administrator
Mensagens: 5953
Registado: 11 set 2006, 23:58
Localização: Oeiras

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por gads » 05 nov 2015, 19:38

Alô,
Pela teor do teu comentário acho que significa que estamos a passar mal a mensagem :)

O objectivo disto é encontrar soluções para vários questões:
- Como é que colaborativamente podemos construir um terreno interessante que inclua elevações?
Até agora a maior parte dos terrenos dos dioramas baseiam-se maioritariamente em baseplates.

- Como é que colaborativamente podemos construir um castelo de dimensões razoáveis?
Uma muralha completa consome muitas peças e o que estamos a tentar fazer é aliviar esse custo dando a hipótese de várias pessoas contribuirem.

- Como é que isto se integra tudo entre si e como é que integramos as construções de vários autores?


A discussão que tens assistido até agora tem estado maioritariamente focada na primeira e segunda questão.
Questões essas que resultaram da experiência do que se passou em Tomar e que correu bem mas estivemos naquele momento a montar praticamente todo o layout. Tivemos "sorte" porque eu levei montes de peças assim como o [member=6806]CyberX[/member]
Portanto, parece ser uma conclusão lógica de que à semelhança do MFL e MPL, fosse conveniente as pessoas já levarem o máximo possível construido de casa, sendo a montagem mais focada no alinhamento dos módulos que foram geridos previamente pelo coordenador da mesa.

Também à semelhança do que aconteceu no MPL o que estamos a tentar fazer é alcançar um conjunto de regras simples que permitam às pessoas que queiram contribuir, ou com módulos de terreno ou com módulos de muralha ou simplesmente com outro tipo construções saibam como tudo vai encaixar.

E pode parecer complicado mas se descascares vais ver que a regra geral até é bastante simples.
Se o conceito se mantiver, o que cada pessoa pode contribuir é com um módulo com dimensões múltiplas de 16x16 em que o terreno caso tenha elevaçao tem 8 bricks de altura e está alinhado com a frente da baseplate e caso incluia muralha estará alinhado mais ou centro e terá a largura que nós havemos de definir.
Tanto as linhas do terreno como da muralha vão seguir o mesmo conceito do MPL em que as extremidades estão bem definidas.
Imagina um MPL com vários layers de pista.

O que espero que o pessoal acabe por fazer no final é uma pequena região do diorama em que decidimos à priori o local por onde passará a muralha e as elevações do terreno. A região interna do módulo será até bastante livre para quem o está a construir.
E mesmo até a muralha e terreno acho que tem muito espaço para criatividade, desde muralhas semi-partidas, a incluir vegetação, algum tipo de estátuas ou gárgulas, torres, etc.

Por exemplo, estou a pensar construir um portão que terá como dimensões 16x48. O que eu tenho de saber é que a muralha irá ligar nas extremidades em certos pontos predefinidos. Exactamente o mesmo conceito que acontece com a pista do MPL, em que eu posso fazer a minha estrada com a geometria que bem entender deste que nas extremidades termine segundo as regras que permitam ligar à próxima estrada.

Consegui ajudar a explicar o porquê de tanta lenga-lenga?
:)
Última edição por gads em 05 nov 2015, 19:47, editado 1 vez no total.
Guilherme Santos
www.historybricks.com

Avatar do Utilizador
AGarcia
Administrator
Administrator
Mensagens: 4702
Registado: 03 mai 2009, 22:47
Localização: Peniche
Contacto:

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por AGarcia » 05 nov 2015, 19:55

[quote="agadoijo"]
Usei o Bluerender, é muito simples de usar e bastante rápido, ainda tenho que dar uma vista de olhos pelas configurações que aquilo parece-me ter um stress com a reflexão (os bricks espelham demasiado o ambiente).
O mesmo senhor que criou este software também criou o Blueprint que serve para fazer instruções também muito fixe.
[/quote]

Desculpem o off-topic, mas estão aqui duas excelentes ferramentas!
Obrigado [member=6727]agadoijo[/member] !
:clapping: :clapping: :clapping:
:plug:  :plug:  :plug:

Avatar do Utilizador
AlexandreRibeiro
Administrator
Administrator
Mensagens: 2222
Registado: 01 mar 2009, 23:29
Localização: Braga
Contacto:

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por AlexandreRibeiro » 05 nov 2015, 20:59

[member=21]gads[/member]
Se calhar estais mesmo a passar mal a mensagem... Digo eu...
A ideia inicial parece-me porreira, cinco estrelas mesmo.
O que não quer dizer que não se possa acrescentar elevações exterioires à mesma. Mesmo as muralhas medievais tinham tramos mais rectos, mais enterrados, mais desenterrados. A questão é só uma: como unir os vários. E aí há que estabelecer regras. Tudo o que vejo são ideias (boas), mais ideias, mais ideias, mais ideias. Tarda em chegar a um consenso. Se me disseres que a muralha tem de ter 50 bricks de altura, está a meio da baseplate com duas studs de largura na base e um brick "furado" na base para unir ao módulo a seguir, estás a definir regras. Depois qualquer um pode dizer que do lado exterior do módulo dele quer um terreno mais elevado (desde que o compatibilize com o dos vizinhos), uma pedra, uma torre a meio ou um galinheiro, não importa. O que importa é definir o padrão e depois cada um desenvolve. Quando se começa a dizer que vamos ter fossos, e mais pedregulhos, e mais afloramentos rochosos e outras coisas que tais, estamos logo à nascença a retirar a outros a chance de participarem. Mas, atenção, isto é apenas e só o meu ponto de vista...

Avatar do Utilizador
CyberX
Sócio
Sócio
Mensagens: 3788
Registado: 10 mar 2014, 20:09
Localização: Mira Sintra
Contacto:

Re: Diorama Medieval colaborativo

Mensagem por CyberX » 05 nov 2015, 21:03

Talvez o Alexandre se tenha alarmado com a complexidade dos exemplos. As muralhas e os relevos de terreno das útlimas fotos terão texturas mais complexas/caras do que algumas pessoas estarão dispostas a fazer.

Alguns exemplos mais terra-a-terra e menos expendiosos podiam entusiasmar quem não está bem por dentro da ideia?
«De génio, criança e louco... porquê só 1 pouco?»
Jorge Pereira - sócio 159
http://ofalcao.pt/
https://www.youtube.com/JorgePereira
http://www.brickshelf.com/cgi-bin/galle ... rgepereira

Responder